Foxconn compra Sharp por US $ 6.200 bilhões

foxconn (copiar)

Nas últimas semanas, falamos várias vezes sobre o interesse de várias empresas em adquirir o fabricante japonês de telas Sharp, que está passando por dificuldades financeiras nos últimos anos. Quem mais chamou a atenção foi a Foxconn, principal fabricante dos aparelhos da empresa sediada em Cupertino.

Segundo o jornal Nikkei Asian Review, a japonesa Sharp acabou aceitando a oferta da taiwanesa Hon Hai Precision, mais conhecida pela Foxconn, em troca de 6.200 bilhões de dólares. A oferta inicial que a empresa fez foi de 5.300 bilhões, que parece que teve que aumentá-la para poder ficar com a fabricante japonesa de telas.

Foxconn Peatron

Rumores sobre a compra da Sharp pela Foxconn vieram à tona no ano passado e afirmavam que A Foxconn confiaria na Apple para fazer o investimento, mas não faria parte dele. No momento não está claro se a oferta que a empresa japonesa Foxconn aceitou tem o apoio financeiro da Apple.

Como podemos ler na Nikkei Asian Review:

A Sharp teve que escolher entre a oferta de aquisição pela Foxconn ou continuar a operar com o apoio da Innovation Networ, Corp of Japan, um fundo de investimento apoiado pelo governo japonês. Este fundo ofereceu uma injeção de 300 milhões de ienes e uma linha de crédito de 200 milhões de ienes.

Após a compra da Sharp, a Foxconn está em posição de começar a fabricar componentes para o iPhone, indo além de sua única função até agora, que não era outra senão montar os dispositivos. A fábrica Kameyana nº 1 da Sharp é dedicada exclusivamente à fabricação de telas para o iPhone, após o investimento da Apple de 987 milhões para convertê-lo, já que anteriormente fabricava apenas painéis HDTV. Atualmente os painéis LCD do iPhone são fabricados pela Samsung, LG e Sharp.

Se a intenção da Apple é incorporar painéis OLED dentro de alguns anos, não consigo ver que a Apple foi capaz de colaborar com a compra desta empresa. Se fizermos caso dos rumores que publicamos anteriormente e relacionados aos futuros painéis OLED, Samsung e LG serão responsáveis ​​pela fabricação deste tipo de telas em dois, quando sua implementação está planejada e a tecnologia OLED avançou ainda mais do que até agora.


O conteúdo do artigo segue nossos princípios de ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: AB Internet Networks 2008 SL
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.