O WeMo da Belkin leva a Internet das coisas às lâmpadas LED

Memorando

Quanto mais e mais IoT famosa (Internet of Things) ou Internet of Things está batendo forte no segundo semestre de 2015, mas será do próximo ano até o final da década quando sua explosão for definitiva. Afinal, estamos vivenciando o nascimento das primeiras gerações desses produtos e aqueles de nós que estão comprometidos com eles não deixam de ser conhecidos como adotantes iniciais.

Um bom começo

No caso presente, utilizamos o kit básico de duas lâmpadas com seu comunicador correspondente, que é colocado em um preço ligeiramente mais baixo do que o Philips Hue Lux, seu rival mais claro. A qualidade na construção das lâmpadas e do comunicador é literalmente impecável, e em todos os testes de luminosidade o resultado é ligeiramente superior ao das lâmpadas LED convencionais e também da Philips Hue Lux, mantendo um consumo de energia semelhante e certificado como A + . Lembre-se de que são lâmpadas brancas quentes, sem possibilidade de cor.

A instalação é muito simples e o app Belkin WeMo Ele nos guiará por todo o processo, que, se excluirmos as atualizações de firmware, não deve demorar mais do que um ou dois minutos. É uma pena que as atualizações não sejam tão rápidas como gostaríamos, e às vezes confundem o aplicativo e temos que reiniciá-lo para começar a funcionar corretamente.

Aplicativo improvável

Se você esperava que um aplicativo fosse compatível com o produto, não é. A aplicação é boa e cumpre a maioria das tarefas, mas falha em aspectos como design ou velocidade de execução, duas coisas muito importantes quando no iOS estamos acostumados a um design e desempenho que geralmente está acima da média.

Eu realmente gostei do possibilidade de programação independente ou grupo de luzes dependendo da hora, podendo configurar o crepúsculo e o amanhecer automaticamente com base na nossa localização. Um ponto positivo muito claro que é ofuscado quando a Belkin decide não usar a mesma função de geolocalização para nos permitir realizar ações ao sair ou chegar em nossa casa. Além disso, como um bom produto IoT, possui integração IFTTT, embora no momento eu tenha achado um pouco limitado e por exemplo não permite ativar ou desativar regras dependendo do evento, uma pena, mas nada que seja não solucionável.

O custo de kit iniciante Custa cerca de 75-85 euros dependendo do local onde o compramos, uma vez que é vendido em várias lojas físicas e online como a Amazon, enquanto as lâmpadas adicionais São cerca de 30 euros. No final, é entre 5 e 10 vezes mais do que uma lâmpada LED padrão, mas se você gosta de automação residencial, a IoT e o gerenciamento de tudo que você pode em sua casa a partir do seu iPhone (e de qualquer lugar) é o preço a pagar.

Nossa avaliação

revisão do editor
WeMo (Link AppStore)
Memorandolivre

O conteúdo do artigo segue nossos princípios de Ética editorial. Para relatar um erro, clique Clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

  1. Responsável pelos dados: AB Internet Networks 2008 SL
  2. Finalidade dos dados: Controle de SPAM, gerenciamento de comentários.
  3. Legitimação: Seu consentimento
  4. Comunicação de dados: Os dados não serão comunicados a terceiros, exceto por obrigação legal.
  5. Armazenamento de dados: banco de dados hospedado pela Occentus Networks (UE)
  6. Direitos: A qualquer momento você pode limitar, recuperar e excluir suas informações.